1663

Prefeitura Municipal de Ibirapitanga

Pular para o conteúdo

“A partir de 2020, todo o financiamento da saúde será baseado em cima da população do município. Por isso, torna-se necessário que cada pessoa faça seu cartão do SUS e se cadastre no serviço de saúde. Com essa ferramenta, nós teremos uma maior facilidade e precisão na coleta dos dados, fazendo com que a nossa população seja toda cadastrada, e então, não perderemos recursos”

Fonte: http://governodotrabalho.com.br/2020/02/14/agentes-comunitarios-de-saude-recebem-treinamento-para-a-utilizacao-da-ferramenta-e-sus/
28/02/2020 às 12h03

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


A Secretaria Municipal de Saúde realizou nos dias 11, 12 e 13 de fevereiro, um treinamento com todos os agentes comunitários de saúde. A partir de agora, o município contará com a implantação do sistema e-SUS AB digital, aprimorando processos e melhorando resultados. Na ocasião, também foram entregues um tablet para cada agente de saúde, tanto os da sede, como os dos distritos.

O e-SUS Atenção Primária (e-SUS APS) é uma estratégia do Departamento de Saúde da Família para reestruturar as informações da Atenção Primária em nível nacional. Esta ação está alinhada com a proposta mais geral de reestruturação dos Sistemas de Informação em Saúde do Ministério da Saúde, entendendo que a qualificação da gestão da informação é fundamental para ampliar a qualidade no atendimento à população. A estratégia e-SUS, faz referência ao processo de informatização qualificada do SUS em busca de um SUS eletrônico.

Participando da mesa de abertura do evento, o prefeito, Isravan Barcelos, agradeceu a presença de todos, lembrando da responsabilidade e da missão do agente comunitário de saúde. “A máquina não funciona sozinha, então, não poderia deixar de destacar que não seremos melhores apenas porque estaremos usando um recurso tecnológico, mas sim, quando esse uso for aliado a uma preocupação com cada Ibirapitanguense”, destacou o gestor. Dr. Ravan ainda abordou sobre a importância da tecnologia e o quão bom será para o município o uso do tablet pelos agentes.

A Secretária de Saúde, Maria Aparecida Martins, falou um pouco sobre a importância do sistema informatizado. “A partir de 2020, todo o financiamento da saúde será baseado em cima da população do município. Por isso, torna-se necessário que cada pessoa faça seu cartão do SUS e se cadastre no serviço de saúde. Com essa ferramenta, nós teremos uma maior facilidade e precisão na coleta dos dados, fazendo com que a nossa população seja toda cadastrada, e então, não perderemos recursos”, explicou Martins.